Testemunhos

O dia de um utilizador de Perspirex

Conheça a  Line, uma enfermeira dinamarquesa que usa Perspirex. No seu dia-a-dia, no trabalho é importante ter uma higiene impecável. Com Perspirex, Line já não tem de se preocupar se o seu antitranspirante funcionará todo o dia.

Testemunhos reais de utilizadores de Perspirex

Por mais de 30 anos, temos ajudado a transformar a vida de de milhões de pessoas que sofrem de sudação excessiva. Recebemos muitas histórias sobre a mudança positiva que os antitranspirantes proporcionaram no quotidiano dos seus utilizadores.

Leia o testemunho de alguns dos utilizadores de Perpirex.

Já não preciso estar preocupado com a transpiração – especialmente quando estou com clientes.

“Meu nome é José Luís, projecto e vendo móveis”

“A verdade é que eu sempre transpirei muito, mas isso tornou-se um problema maior quando mudei de emprego e passei a trabalhar mais de perto com os clientes. Quando iniciei o meu novo trabalho, a primeira coisa que fiz foi comprar um bom casaco para usar nas em reuniões com clientes. Imediatamente, comecei a ficar com marcas brancas na zona das axilas. Era muito embaraçoso e estava sempre a tentar lavá-las. Cheguei a pensar que se devia à fraca qualidade do casaco mas um colega falou-me sobre Perspirex. Notei uma grande diferença imediatamente – não apenas porque o meu casaco não já não apresentava manchas, comecei a sentir-me mais seguro e confortável quando falava com clientes, e isso tornou o meu trabalho mais fácil. Não é exagero dizer que Perspirex mudou a minha vida. “

Livre da transpiração, voltei a ser eu mesmo pela primeira vez em muitos anos.

O meu nome é Gabriel e sou estudante universitário.”

“Quando se pensa em transpiração, pensa-se em axilas. Mas para alguém como eu, esse é o inicio do problema. Imaginem o que é ter vergonha de apertar as mãos a alguém por ter as palmas das mãos suadas? Imaginem o que é nunca poder usar sandálias por ter os pés transpirados. Ou não ser capaz de fazer um exame por não conseguir segurar a caneta….Bem comigo era assim. Quando descobri Perspirex foi como se barreiras tivessem se tivessem derrubado, barreiras para uma vida normal. Agora posso ser eu mesmo, pela primeira vez desde a puberdade. Há alguma coisa melhor que poder ser nós mesmos?”